Apoia o Patio Maravillas. Constrói Madrid.


Apoya_Patio-04

* [français] * [castelhano] * [galego] * [català] * [english] * [euskara]  * [valencià] *

1. No passado mês de fevereiro recebemos a informação que a propriedade do edifício no qual se encontra o Patio Maravillas se tinha modificado. Representantes dos novos proprietários entraram em contacto com a assembleia do Patio propondo que, se nós abandonássemos o edifício, eles, em troca, não nos denunciariam. Não aceitámos a sua proposta e, pelo contrário, planeamos uma possibilidade de negociação com a nova empresa proprietária. A dita negociação realizou-se ao longo do passado mês de março e teve dois objetivos principais. Um deles é o reconhecimento do Patio Maravillas como interlocutor legítimo e sujeito de direito sobre o edifício. Isto é algo que tínhamos formalizado através da assinatura de um acordo com os proprietários. O segundo objetivo é adiar ao máximo possível uma denúncia por parte dos proprietários. Em troca, o Patio reafirmou o seu compromisso de manter o edifício, cuidá-lo, etc.

Ganhar tempo para evitar uma denúncia com que objetivo?

2. Há anos que o Patio é um dos espaços que faz cidade enfrentando abertamente aqueles que a destroem. Um espaço que no próximo mês de julho cumprirá sete anos de vida. Sete anos dedicando todos os seus recursos a ser infraestrutura comum de uma cidade atacada, deteriorada e despojada dos seus espaços comuns. Uma cidade endividada cujos gestores vendem edifícios públicos em negócios fraudulentos, tentam privatizar os seus serviços de saúde, fecham escolas, cinemas, salas de concertos, expulsam as pessoas das suas casas, acabam com as zonas verdes e, enfim… destroem. Somos um exemplo (um entre muitos) da cidade que resiste a morrer nas mãos da especulação e da fraude.
Acreditamos que já é hora que esta outra cidade – a dos seus habitantes, a nossa, a tua -seja reconhecida institucionalmente e que os seus direitos sejam respeitados. Por este motivo, lançamos uma campanha pública para, em conjunto com a sociedade civil de Madrid, exigir às autoridades municipais o reconhecimento da riqueza que produzimos, dos direitos que geramos y do exemplo de democracia que somos. O seu reconhecimento, mas também, e sobretudo, o seu disfrute comum.

O que vamos fazer?

3.- Em primeiro lugar, vamos solicitar com registo uma reunião com as áreas municipais de Urbanismo e de Participação Cidadã, bem como com os responsáveis do distrito Centro para iniciar um diálogo que leve ao reconhecimento do Patio Maravillas como uma infraestrutura democrática da cidade. Tal reconhecimento passa pela cessão de espaços públicos para que se realizem as atividades do Patio com plena autonomia, assim como pela elaboração de um estatuto comum que possa servir a outros espaços da cidade (se assim o desejarem) para serem reconhecidos também como sujeitos de direito. Há vastas experiencias deste tipo tanto no Estado Espanhol como em toda a Europa, tal como uma prática de mais de sete anos, que legitimam estas reivindicações.
Em segundo lugar, lançaremos uma campanha de apoio ao Patio Maravillas cujo objetivo é conseguir 5.000 apoiantes antes do nosso próximo aniversário. Isto é, dentro de um mês. Para tal, criámos esta web. Ajuda-nos a tornar visível este pedido cívico. Ajuda-nos a dizer a todos que Madrid necessita espaços como o Patio, que Madrid é nossa.

Continuaremos em contacto, permaneçam à escuta
Apoia o Patio Maravillas. Constrói Madrid.

[emailpetition id=”1″]

[signaturelist id=”1″]

Compartir

'